A Soko é uma marca de moda ética que trabalha com artesãos no Quénia. Para criar as peças únicas da Soko os artesãos usam matérias-primas ecológicas locais, como o latão reciclado e o chifre, reutilizado a partir de excedente de animais. Adicionalmente, a marca utiliza o poder da tecnologia para conectar os distantes consumidores às joalharia e a peças de moda feitas delicadamente à mão por artesãos locais.

Esta ligação digital é possível porque a Soko criou uma aplicação específica onde pode comunicar directamente com os artesãos com base nos pedidos e procura dos seus produtos. Para estes artesãos, o telefone transforma-se numa ferramenta de acesso aos mercados internacionais e extremamente competitivos.

Este modelo de negócio é o resultado das ideias de Gwendolyn Floyd, Catherine Mahugu e Ella Peinovich – as 3 fundadores da Soko. Vamos conhecê-las um pouco melhor.

 

Gwendolyn Floyd

Gwendolyn Floyd

Gwen trabalha desde sempre no triângulo design, tecnologia e desenvolvimento internacional. O seu trabalho de design com foco no utilizador levou-a até África e sendo especialista na área da tecnologia mobile, foi reconhecida como líder mundial emergente, o que já lhe valeu vários prémios internacionais.

 

Catherine Mahugu

Catherine Mahugu

Catherine é por profissão engenheira informática, mas por paixão sempre foi uma agente de mudança. Esteve, e continua hoje em dia, envolvida em múltiplos projetos de desenvolvimento de tecnologias da informação e comunicação, principalmente em África.

 

Ella Peinovich

Ella Peinovich

Ella é arquiteta e foi a primeira vez ao Quénia para desenvolver um projecto social, a propósito do mestrado no MIT. Ella foi a designer do produto piloto da Sanergy uma solução de baixo-custo mas com elevado impacto ambiental e social para as precárias infraestruturas sanitárias das favelas do país. Ela trabalha na área das empresas sociais há quase dez anos.

As três conheceram-se quando viviam e trabalhavam em Nairobi. A Soko nasceu da paixão das três pelo design, do desejo de conectarem e capacitarem pequenos empreendedores através do uso da tecnologia facilmente disponível e ainda com base na certeza de que as mulheres podem e conseguem mudar o mundo. Na altura o trio reconheceu uma necessidade e oportunidade globais, para reconstruir uma nova realidade na economia criativa de África. E assim foi que a Soko começou em 2012.

O resultado depois de quase 5 anos de trabalho no terreno é impressionante. O objetivo de “transformar a indústria da moda para o bem, um acessório de cada vez”, foi superado. Para começar as operações em 2012 foram recrutados 15 artesãos, mas ao longo destes ano, o trabalho dessas três mulheres permitiu que a marca expandisse a rede de artesãos para mais 2100 artesãos.

Com base nos números fornecidos, os artesãos da Soko aumentam sua renda até 5 vezes nos dois primeiros meses de trabalho. Depois de quatro já têm capital e confiança para começar as suas próprias pequenas empresas e contratar funcionários.
Sem qualquer dúvida as ideias tornadas realidade destas três empreendedores não são apenas o apoio financeiro aos artesãos. A Soko também está a permitir que estes mesmos artesãos se tornem líderes, agentes de mudança dentro das suas comunidades e servirem de exemplo para tantos outros empreendedores. Directa e indirectamente a Soko também permite o desenvolvimento social e humano, através de acesso a cuidados de saúde, educação e melhor nutrição. E isto é tudo muito inspirador!

Passo-a-passo a Soko está a provar que um novo modelo de comércio internacional é possível, é real. Neste modelo, todas as partes interessadas – desde consumidores, artesãos, retalho, empresas sociais – saem a ganhar e estão em equilíbrio.

Para nós, existem três palavras para definir o Soko e estas três inspiradores fundadoras são elas: inovação, estilo e impacto. E não poderíamos ficar mais felizes em ter a Soko, e a história de destas mulheres, na família em DOME.

Em março declaramo-nos a todas as mulheres que admiramos. Esta é a nossa declaração a todas as mulheres que fazem parte da mudança e são, elas próprias, a mudança.

Quer também fazer parte? Veja aqui todos os produtos da SOKO disponíveis na DOME.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>